Barbitúrico

Queria poder cortar você
em pedacinhos.
Fazer da  minha sala de estar
um rascunho
da minha mais bela obra cubista.
Queria poder te arrancar de mim
com força,
mesmo que para isso
tivesse que rasgar a minha pele
ou as minhas entranhas.
Queria poder ver você
de um lugar que não fosse
dentro de mim,
nem como reflexo,
nem como sombra,
nem escuro,
nem claro

Só queria
olhar em seus olhos
como qualquer pessoa que não te conhece
e se perde ao pensar na possibilidade
de conhecer.
Queria poder preparar  uma festa,
com serpentinas e confetes,
para comemorar a sua ausência.
Mas, algo me pondera,
algo me faz tremer,
me faz ter convulsões,
delírios,
só de pensar
em romper tais elos.
Porque,
quebrada as correntes,
me quebro também
por dentro ou por fora.
Porque,
quebrada as correntes por fora,
por dentro eu me resumo a pó.

Anúncios

Uma opinião sobre “Barbitúrico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s