assassina da rua seguinte

Te matei num sonho preto e branco
que tive há dois dias.
Da mesma forma como você arranca o meu coração
e enche as minhas tripas de nós górdios
por raiva, por ânsia,
por sede ou pela mais pura vontade de te matar de verdade.
Te mataria por toda essa agonia que
vez ou outra se faz maior que o amor.
Te mataria para devorar suas tripas
e engolir o seu coração
só para te ter, verdadeiramente, dentro de mim.
Te mataria sim, mas, cheia de fraqueza nas pernas, eu vou,
nas mãos, no coração que para de pulsar
quando pensa em não ter você no físico
e dentro da’lma que já foi minha, mas agora já não sabe
em que lugar se perdeu.

Anúncios

2 opiniões sobre “assassina da rua seguinte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s