construção

A cada instante me afogo no mar
da certeza de que…
Mas ainda insisto em percorrer na firmeza das terras
da incredulidade.
É difícil aceitar
quando
o certo vira real e é possível
abraçar o que era sonho.

Ninguém me beliscou!!!
(e nem faço questão de lembrar o sabor
que tem a dor…)

Mas, me lembro – todo santo dia! –
que carrego a missão de fazer
com que, cada beijo,
seja mais um passo
para o concreto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s