Pompéia

Queria falar mais do que posso,
meu coração balbucia
[em segredo]
e a minha cabeça insiste em dizer
que o silêncio é a melhor opção.

Nunca gostei do silêncio e de me calar
diante dos nervos eufóricos
que querem pular de mim.

Sou como um vulcão, amor,
e você é como um mar.

Quando eu entro em erupção
suas ondas engolem minha lava
e todo o meu poder de fogo
se dissolve
no sal do seu amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s