Decadentista

Nunca serei o que realmente quero ser
a vida é cruel demais com quem segue
seus sonhos.
O melhor é afundá-los na mala
e rir entalada com o sufoco do falso sucesso.

Nunca serei o que realmente quero ser,
sou uma ovelha
e sigo o meu rebanho.
Reconheço o meu lugar
e não é em revoluções,
em palanques
ou escrevendo.

O meu lugar é no senso comum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s