E já disse Millôr Fernandes:

“Da cintura para cima o amor é platônico. Da cintura para baixo é anacrônico”

Anúncios