Suicídio literário

A morte não é o fim.
A morte é a renovação de nossa alma.

Em vida, a alma se satisfaz em viver dentro da lâmpada,
aprisionada em nossa desumanidade
e só se liberta na inconsciência de nosso corpo imoral.

Em morte, a alma vive enquanto rasga a nossa carne
e se redescobre enquanto renasce das cinzas
[de nossos erros]

A morte não é o fim.
A morte é renovação de votos com a vida.

Anúncios

Encruzilhada

Você não precisa dizer que sim.
Eu vejo que há um sim
por detrás
de
cada não.
Nessa tua linguagem frouxa
a coerência gira
em sentido anti-horário;
tudo depende do teu estado de espírito,
tudo depende da tua oposição ao divino:
de ponta cabeça.
E, ainda assim, são tuas
todas as minhas dúvidas.